Atualidade

Imposto dos refrigerantes rendeu 50 milhões em 2020 ao Estado. Menos 21,4 milhões que em 2017

- publicidade -

A receita do imposto sobre bebidas açucaradas, em vigor desde 2017, está em queda de ano para ano.

O Estado encaixou em 2020 50 milhões de euros com este imposto, segundo a Autoridade Tributária divulgou à TSF.

O “imposto coca-cola” rendeu 71,4 milhões de euros, em 2017, mas a receita subiu 1,2 milhões em 2018 e foi caindo a pique para 58 milhões em 2019 e 50 milhões no último ano..

O Governo “deu início à redução da adição de açúcar nos refrigerantes comercializados em Portugal, o que se comprova pela redução consistente da receita”, o que “demonstra o cumprimento do objetivo extrafiscal de promoção da saúde pública”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui