DestaqueDistritoLeiria

Imagens de Fátima indigna “defensores” do Avante

Imagens da peregrinação de Fátima incomodam "defensores" da Festa do Avante e as críticas se elevam contra a postura do Governo e até da própria igreja católica.

publicidade

Depois de um começo de setembro agitado devido à Festa do Avante que se realizou nos dias 4, 5 e 6 de setembro, o evento que foi muito contestado pelos moradores e comerciantes da Amora, Seixal, levou a que os media nacionais e regionais se focassem naquela região dias a “fio” para dar conta de tudo o que se passava por ali, este domingo foi a vez de alguns “defensores” da Festa do Avante, levantassem viva voz contra as imagens que os media voltam a destacar, mas desta feita a partir do Santuário de Fátima.

Dia 13 de setembro é um dos dias importantes para o Santuário de Fátima e para os fiéis, com o confinamento e vários Estados que o País foi atravessando, desde de março até ao fim de setembro, as datas importantes das peregrinações foram ficando canceladas, 13 de maio, a peregrinação dos emigrantes entre outros eventos religiosos, havendo mesmo limitações de público no espaço do Santuário de Fátima. Este domingo, os fiéis responderam em grande massa à peregrinação do 13 de setembro, levando os media a difundirem imagens que gerou “revolta” nas redes sociais, na sua maioria várias pessoas que defenderam a realização da Festa do Avante deste o primeiro minuto.

Vários comentários foram sendo deixados nas redes sociais como “Desta vez não houve cartazes em Fátima!” ou “Não se fizeram marchas lentas a manifestar contra a pouca vergonha em Fátima” ou mesmo “Viva à hipocrisia quem destilou e vimitou Avante, com certeza estão ali, não tenho nada contra desde que respeitem as normas das autoridades de saúde.“, tem sido alguns dos comentários de alguns “defensores” do Avante que dizem sentir-se injustiçados devido às “vozes” reacionárias que se fizeram sentir contra a realização da Festa do Avante e que agitou as hostes nos primeiros dias de setembro.

O Diário do Distrito tentou obter mais declarações junto dos responsáveis do Santuário de Fátima que remeteram explicações do sucedido para mais tarde, no entanto uma fonte próxima da reitoria do Santuário garantiu ao nosso jornal de que todas as medidas impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) foram cumpridas e que os acessos ao recinto do Santuário foi vedado aos peregrinos que estavam para entrar naquele espaço de culto. As imagens que foram difundidas pelos media apontam que não estariam as medidas de distanciamento social a serem cumpridas por parte das pessoas que se deslocaram este domingo a Fátima para assistir à peregrinação do 13 de setembro.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui