Parceiros
Destaque

Homícida do agente Fábio gritou “Sou o rei do Montijo”

O jovem ainda gritou na rua que era o rei do Montijo.

- publicidade -

Foi na madrugada de 19 de março que o agente da PSP, Fábio Guerra e os cinco amigos também eles agentes da PSP foram agredidos à porta de uma discoteca em Lisboa depois de terem interferido numa rixa de um outro grupo.

O grupo de polícias, identificaram-se como agentes da PSP e a partir desse momento foram agredidos por três pessoas, dois fuzileiros e um civil. Fábio Guerra caiu no chão e a partir dessa altura começou a ser agredido com pontapés na zona da cabeça, até que Clóvis Abreu ao saber que era agente da PSP, reagiu com mais violência acabando por atingir Fábio na cabeça com uma pedra.

Clóvis Abreu, colocou-se em fuga depois das agressões e ainda gritou “Sou o rei do Montijo”, segundo testemunhas, os três indivíduos que estão agora acusados de homicídio qualificado, festejaram por terem derrotados o grupo de policias.

Os militares ficaram detidos na Base Naval do Alfeite, em Almada, por ordem do Chefe de Estado Maior das Forças Armada, Almirante Gouveia e Mello e já foram presente a juiz que os colocou em prisão preventiva. Já Clóvis Abreu está em parte incerta e a ser procurado pelas autoridades nacionais e espanholas, uma vez que tem família em Madrid e Sevilha.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário