AtualidadeJustiça

Homem extraditado para Portugal por crimes cometidos em 2013

- publicidade -

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga e da Unidade de Cooperação Internacional, procedeu à extradição de França para Portugal, sob detenção, de um homem de 36 anos, no cumprimento de um Mandado de Detenção Europeu emitido pelo Tribunal Judicial de Viana do Castelo.

O homem é suspeito da prática de um crime de homicídio qualificado e de um crime de ofensa à integridade física qualificada, ocorridos no dia 15 de janeiro de 2013, na cidade de Viana do Castelo e vitimaram dois irmãos.

O primeiro foi atingido por golpes de arma branca e o segundo foi atingido mortalmente com um tiro de uma espingarda caçadeira, quando, acompanhado por outros familiares, procuravam o suspeito, junto da respetiva residência.

Na sequência dos factos e ainda nessa noite, o suspeito colocou-se em fuga, ausentando-se para o estrangeiro onde tinha familiares emigrados.

Ao longo destes sete anos que mediaram os factos e a detenção agora operada, houve intensa troca de informação entre a Polícia Judiciária e as congéneres europeias, visando a localização do suspeito, o qual acabou por ser localizado em França, pela Polícia Francesa.

Durante este tempo o arguido usou o nome de um familiar, procurando iludir o controlo policial; contudo, através da partilha de informação internacional, rapidamente foi confirmada a verdadeira identidade.

O detido vai ser, hoje, presente à autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Na altura o Correio da Manhã noticiava que Jorge Gonçalves, conhecido como ‘Cuba’, de 35 anos, foi assassinado com um tiro de caçadeira, no largo Cidade de Baía, em Monserrate, Viana da Castelo, quando tentava vingar as facadas de que o irmão, Márcio, de 22 anos, fora vítima após uma rixa junto à ponte Eiffel, devido a uma mulher.

Jorge Gonçalves foi à procura de Valdemar, cerca de 25 minutos depois deste ter esfaqueado a vítima, com um taco de basebol, mas foi recebido por aquele com uma caçadeira, com que disparou mortalmente à zona abdominal, acabando por morrer no Hospital de Viana, para onde foi transportada, e onde já estava o irmão Márcio, golpeado na face e no pescoço.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo