Parceiros
Atualidade

Galáxia descoberta a 13,5 mil milhões anos-luz da Terra, formada pouco depois de o Universo ter nascido

- publicidade -

Uma equipa internacional de astrónomos detetou a galáxia mais distante alguma vez observada: está a 13,5 mil milhões de anos-luz da Terra, ou seja, foi formada “pouco tempo” depois de o Universo ter “nascido”.


Segundo os autores da descoberta, descrita num artigo publicado na revista da especialidade Astrophysical Journal, a galáxia, que tem a designação técnica de HD1, pode ter um buraco negro supermaciço, com uma massa cerca de 100 milhões de vezes a do Sol.

Pode também estar a formar as primeiras estrelas do Universo, que, de acordo com a Teoria do Big Bang, terá 13,8 mil milhões de anos.


A equipa espera confirmar estas hipóteses com observações feitas com o novo telescópio espacial James Webb, em órbita desde janeiro.


Há uma semana foi anunciada a descoberta da estrela mais distante, a 12,9 mil milhões de anos-luz: a Earendel, que significa “estrela da manhã” em inglês antigo.


Esta estrela terá pelo menos 50 vezes a massa do Sol e é milhões de vezes mais brilhante, tendo sido observada pelo telescópio espacial Hubble.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário