InternacionalPaísPalmela

Fundação Islâmica de Palmela condena atentados no Sri Lanka

publicidade

A International School e a Fundação Islâmica de Palmela condenaram “veementemente” os atentados contra igrejas católicas no Sri Lanka, no passado domingo de Páscoa.

Em comunicado, o Colégio Islâmico mostra o seu “repúdio” e afirma que “ninguém tem o direito de atingir civis inocentes, muito menos em nome da Religião”.

A Fundação Islâmica lembrou que Maomé terá afirmado “categoricamente” que um verdadeiro crente “é aquele que transmite segurança às pessoas, quanto às suas vidas e aos seus bens”.

Noutra passagem, o comunicado cita uma frase do Alcorão, o livro sagrado para os muçulmanos: “Aquele que tira a alma de um ser humano, é como se tivesse tirado a alma de toda a humanidade”.

Tanto a Fundação Islâmica como a International School of Palmela manifestaram ainda a “profunda solidariedade” para com as vítimas e as suas famílias, ao mesmo que tempo que desejaram que o mundo se torne “um espaço de todos e para todos”.

Recorde-se que há uma semana, no domingo de Páscoa, várias igrejas e hotéis do Sri Lanka foram alvo de atentados à bomba por extremistas islâmicos aparentemente ligados ao Daesh (movimento terrorista Estado Islâmico).

As explosões causaram pelo menos 253 mortos, entre os quais um português residente em Viseu, e mais de 500 feridos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui