Desporto

Frederico Morais despede-se de Austrália em 17º lugar

Frederico Morais, surfista português, fecha a quinta etapa do circuito mundial da World Surf League em 17º lugar, esta madrugada de quinta-feira.

- publicidade -

Nos apuramentos para a WSL o surfista português terminou em 17º posto no Rip Curl Rottnest Search, em Austrália. A disputa, decorrida numa pequena ilha ao largo de Perth, terminou com a derrota de Frederico Morais para o surfista francês Michel Bourez, na terceira ronda.

O desfecho da prova deu-se apesar de favoritismos ou do lugar que apresentava no top seed. O surfista, também conhecido por “Kikas”, acabou derrotado pelas “condições das marés, mais do que pelo seu adversário”, descendo assim do 10º lugar e terminando com uma pontuação de 7,50 pontos.

Numa nota dada pela Associação Nacional de Surfistas, alegam que a frustração mostrada pelo surfista com o resultado foi notória na reta final, sentindo-se injustiçado pela ausência de ondas. Esta foi a sexta disputa entre os dois surfistas, saindo o francês Michel Bourez com a vitória pela quarta vez.

Apesar de um início de temporada meio tremido, Michel Bourez conseguiu alcançar uma pontuação de 12,84 pontos, o que o permitiu continuar no circuito mundial, a acontecer nas piscinas de ondas artificiais, na competição Surf Ranch Pro que regressa à ação entre os dias 18 a 20 de junho.

Quanto ao surfista português, o seu regresso está marcado para a participação ISA World Surfing Games, a acontecer em El Salvador. A competição irá decorrer dentro de uma semana e determinará as últimas vagas para os Jogos Olímpicos. Frederico Morais faz parte de uma equipa portuguesa que procura alcançar o maior número de lugares em Tóquio.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui