DestaquePaís
Em Destaque

Forças de segurança ameaçam parar

Vídeo publicado este fim de semana pelo Movimento Zero lança cenário de protesto de elementos da GNR e da PSP

publicidade

Este sábado, o Movimento Zero, que reúne milhares de elementos da PSP e da GNR, publicou um vídeo enigmático, que levanta a possibilidade de existência de um protesto interno.

Ao longo de três minutos podem ser ouvidas várias comunicações via central rádio da PSP, que são acompanhadas de legendas.

As comunicações referem-se a uma ocorrência de assaltos com armas de fogo e armas brancas junto a um multibanco na Avenida da Quinta Grande em Alfragide, na Amadora. “Há notícia de que se encontram quatro indivíduos no local a efetuar roubos aos transeuntes que se deslocam ao multibanco. A informação que nos chega é que os suspeitos estão na posse de armas brancas e de fogo. Esta patrulha deve providenciar, antes de avançar, todas as medidas necessárias de segurança”, ouve-se comunicação via central rádio.

No entanto, as várias patrulhas que são chamadas à ocorrência recusam deslocar-se ao local por não estarem reunidas as condições de segurança. A primeira equipa diz que “não vai deslocar-se e inicia o protesto programado, mais informa que não vai sair mais da esquadra (…) até serem tomadas medidas que garantam o nosso respeito, a nossa dignidade e a nossa valorização”, ouve-se.

A recusa de saída para o local dos assaltos é mantida por todas as equipas acionadas. Ao que tudo indica, o vídeo será uma simulação de uma forma de protesto interno, que abrange elementos da Esquadra da PSP de Alfragide, precisamente a esquadra envolvida na polémica que deu origem ao nascimento do Movimento Zero.

A organização anónima nasceu em maio de 2019, depois de oito agentes da Esquadra da PSP de Alfragide terem sido condenados por crimes de agressões e sequestro de seis jovens da Cova da Moura, apenas um polícia condenado a pena de prisão efetiva. Uma sentença inédita do Tribunal de Sintra, que levou a julgamento 17 agentes da PSP.

Veja o vídeo publicado este sábado.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui