Quantcast Choice. Consent Manager Tag v2.0 (for TCF 2.0)
AtualidadeDestaqueDistritoDistrito SetúbalPalmelaPinhal Novo

Festa ilegal acaba em guerra campal e com prejuízos que rondam os 7 mil euros

Proprietário fica com prejuízo de cerca de 7 mil euros da destruição que foi feita na festa ilegal realizada esta semana em Arraiados.

- publicidade -

Tudo o que seria um simples período de férias, transformou-se para o proprietário da casa alugada nos Arraiados, em Pinhal Novo, numa autêntica dor de cabeça. Segundo fonte próxima do proprietário da moradia localizada nos Arraiados, as casas e propriedade foram alugadas a um grupo de pessoas para umas simples férias no campo.

Na madrugada da última quarta-feira, os festivaleiros que ocupavam a propriedade alugada para o efeito, entraram em desacatos, provocando uma autêntica guerra campal como foi dito no local por alguns vizinhos ao Diário do Distrito.

Segundo informação oficial da GNR, aquela força de segurança foi chamada pelas 6h30 para uma ocorrência de assalto ao grupo. Segundo a mesma fonte adiantou ao nosso jornal que “fomos alertados para a ocorrência de um assalto por um grupo de 10 indivíduos que chegaram ao local em duas viaturas“, mas informações recolhidas no local junto de alguns vizinhos da propriedade, o grupo ter-se-á desentendido entre eles e alguns até fugiram para as propriedades adjacentes, há relatos ainda de que houve muitos desses festivaleiros que se divertiram debaixo de árvores onde eram visíveis até há pouco tempo vestígios de garrafas de bebidas.

Bruno T. adiantou ao nosso jornal que o barulho foi toda a noite com música elevado e ouviam-se gritos. “Tive oportunidade de vir à rua e ver uns quantos aqui na rua a dançar, pareciam possuídos“, para este morador a festa resume-se a mulheres, alcool e droga.

Sei que chamamos as autoridades três vezes, das três vezes que foram chamadas, o carro patrulha esteve cá mas os militares nada fizeram, as chamadas foram realizadas entre as 22 horas de terça e as 4 horas de quarta-feira, só chegaram a fazer pelos vistos quando foram alertados para o assalto“, refere.

Sei que nesta rua nunca se viu tanto carro a vir buscar pessoas, posso assegurar-vos que não eram só 30 como foi dito, inicialmente posso apontar para umas 100 pessoas aqui na propriedade“, salienta, apontado para a zona da festa.

Diário do Distrito sabe que os prejuízos deixados numa das moradias rondam os 7 mil euros, pois portas, janelas entre outros bens foram vandalizados, não se sabe se pelos festivaleiros ou se pelo grupo de assaltantes. Segundo o Capitão Costa da GNR, o caso foi entregue à Polícia Judiciária de Setúbal que está encarregue à investigação.

Pinhal Novo a freguesia das festas ilegais

Segundo fontes próximas das forças de segurança, a freguesia de Pinhal Novo tem sido uma das localidades apetecíveis de grandes grupos que alugam espaços para realizarem festas que não são permitidas pela Direção Geral de Saúde (DGS) nem pelas autoridades de segurança. A mesma fonte adianta que os militares da GNR de Pinhal Novo estão atentos e alguns desses eventos estão identificados, muitos acabam por não se realizar devido à intervenção rápida da GNR.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui