DistritoDistrito SetúbalPaís

Fertágus inicia hoje circulação de carruagens com redução de 29% de lugares sentados

publicidade

Já vêm de algum tempo as reclamações dos passageiros da Fertagus relativamente à sobrelotação das carruagens em horas «de ponta», situação que se veio agravar com os problemas sentidos nas ligações fluviais à capital e com a introdução do Passe Navegante.

DR Joaquim Gomes /Facebook

É a Fertagus que também admite isso, através de um comunicado emitido esta quarta-feira, onde a empresa refere que «no passado dia 1 de abril passou a integrar o ‘Programa de apoio à redução tarifária nos transportes públicos (PART)’. A aplicação deste novo regime tem tido um impacto significativo na procura dos serviços da Fertagus, face à significativa redução de preços. As validações dos clientes cresceram de 1,8 milhões de validações em abril do ano passado para 2,4 milhões de validações em abril deste ano.

O número de passageiros, medidos através de uma contagem a um dia útil de maio, cresceu 19,2% face às contagens realizadas em 2018, sendo que os períodos de ponta cresceram 16% e fora das pontas 26%. A taxa de ocupação global do comboio cresceu de 22% para 26% e, no período de ponta da manhã, a taxa de ocupação subiu de 56% para 63%.»

A empresa  explica que tem vindo a preparar um conjunto de medidas para responder a esta nova realidade e hoje inicia a circulação em regime experimental «de uma UQE (Unidade Quádrupla Elétrica) com um layout interno reformulado, de forma a permitir melhorar a circulação e a distribuição no interior dos comboios, a facilitar as entradas e as saídas, que cumpre todos os requisitos de segurança, e tem como objetivo permitir uma ocupação dos comboios mais aproximada do número de lugares efetivos especificado pelo fabricante do material circulante.»

A Fertagus admite que «a disponibilização de menos bancos poderá reduzir o conforto para os utilizadores que habitualmente se sentam mas, tratando-se de um transporte suburbano, caraterizado já pelo maior peso da capacidade de transporte em pé (62% dos lugares), e face às vantagens que eventualmente advirão da medida, que também se traduzirão num maior conforto no transporte de Clientes em pé, concluímos que serão manifestamente superiores e importantes para a prestação global do serviço.

Com esta medida o peso dos lugares sentados passa de 38% para 29%, e é efetuado um aumento na quantidade de lugares destinados a pessoas com mobilidade reduzida (grávidas, idosos, ou pessoas com dificuldade de locomoção e acompanhantes de crianças de colo), que representam na UQE reformulada, cerca de 10% do total de lugares sentados.»

A Fertagus garante ainda que está a preparar um novo horário, em função da distribuição da procura verificada em maio, primeiro mês da aplicação integral do passe único e que já solicitou «ao fabricante do material circulante que avalie a possibilidade do fabrico de uma quinta carruagem que permitiria aumentar a capacidade do material circulante existente.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui