Parceiros
País

Famílias ucranianas vão chegar a Vila Verde nos próximos dias

Antiga Residencial Martins e habitações particulares devem receber refugiados da guerra na próxima semana .

- publicidade -

O Município de Vila Verde está a concretizar um conjunto de operações para assegurar o acolhimento de pessoas refugiadas da guerra na Ucrânia, ao abrigo da plataforma de cooperação liderada pelo Alto Comissariado para as Migrações. 

Numa ação concertada do Município com a Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde, estão em curso trabalhos de requalificação e adaptação das instalações da antiga Residencial Martins para receber cerca de 80 ucranianos, esperados durante a próxima semana. 

“É uma causa humanitária e que está a mobilizar de forma particular as instituições e a população do concelho de Vila Verde. Unindo esforços e a ajuda de todos, torna-se possível prestarmos a nossa ajuda e tentarmos minimizar o sofrimento destas pessoas”, refere a presidente da Câmara Municipal, Júlia Rodrigues Fernandes, elogiando as ações solidárias em curso. 

A autarca adianta que várias famílias vilaverdenses, em diferentes pontos do concelho, disponibilizaram habitações onde será possível acolher pequenos núcleos familiares oriundos da Ucrânia. 

A maior operação de acolhimento está a ser preparada para antiga Residencial Martins, onde a Santa Casa da Misericórdia, com a ajuda dos seus funcionários e a colaboração de empresas e equipas do Município, tem procedido a trabalhos de limpeza e renovação e apetrechamento das instalações. 

As famílias ucranianas – sobretudo mulheres e crianças – terão disponíveis cerca de 30 quartos, assim como áreas comuns de cozinha, refeitório e convívio. 

“Tem sido uma corrida contra o tempo e extremamente exigente. É estimulante partilhar o entusiasmo com que todos contribuem para que possamos acolher, nas melhores condições, estas pessoas que foram obrigadas a deixar tudo para trás”, comentou Júlia Fernandes, enaltecendo também o intenso trabalho de coordenação que está a ser realizado pelos serviços municipais de ação social. 

Nos últimos dias têm sido recebidos produtos e alimentos que vão ser disponibilizados aos refugiados ucranianos e que são resultado das diversas campanhas de solidariedade e ajuda humanitária. 

Esta sexta-feira, o Vilaverdense FC entregou um conjunto de peças de vestuário e têxteis-lar para os ucranianos esperados para a antiga Residencial Martins. Outros clubes e associações desportivas, como o GCDR Lanhas, e Juntas de Freguesia têm-se mobilizado em ações de solidariedade. 

Entretanto, à medida que surgem necessidades específicas que são detetadas no decurso desta operação, estão a ser lançadas campanhas para recolha de determinados tipos de produtos, prosseguindo igualmente as iniciativas para produtos alimentares e de higiene. 

Continuam disponíveis para receber ajudas solidárias a Loja Social de Prado (das 90h30 às 16h00) e o Serviço de Ação Social do Município de Vila Verde (8h30-13h00 e 14h00-16h00). 


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário