Sines

Exercício testa resposta a acidente industrial grave em Sines

- publicidade -

Em paralelo com a iniciativa ‘A Terra Treme’ exercício público nacional de sensibilização para o risco sísmico, realiza-se esta sexta-feira, 15 de novembro, às 11h15, um exercício para testar a resposta a um acidente industrial grave em Sines.

Concebido no âmbito do Grupo de Trabalho “Prevenção e Segurança” do COMSINES – Conselho das Comunidades de Sines, o exercício parte de um cenário de rutura catastrófica de um tanque de azoto líquido nas instalações da AirLiquide, em consequência de um sismo.

O cenário prevê a fuga da totalidade do líquido armazenado no tanque, ficando retido na bacia de retenção. A vaporização instantânea do líquido irá gerar um forte “nevoeiro” na zona mais próxima.

O acidente simulado obrigará à interrupção do fornecimento de azoto à Repsol e à Indorama, sem previsão de quando será reposto. As duas empresas deverão desencadear procedimentos de segurança para evitar um acidente industrial em cadeia.

Este exercício misto de âmbito municipal / distrital (LIVEX e CPX) tem como objetivo a ativação dos planos de emergência internos das empresas envolvidas, do Plano de Emergência Externo e do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Sines.

Será avaliada a operacionalidade dos intervenientes no teatro de operações, bem como a coordenação das diversas ações.

Ao mesmo tempo, será convocada a Comissão Municipal de Proteção Civil, cuja operacionalidade também será testada.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo