Atualidade

Director-Geral da Política demitiu-se após declarações da ministra da Justiça

- publicidade -

Miguel Romão, diretor-geral da Direção-Geral da Política de Justiça, apresentou na manhã desta segunda-feira a demissão à ministra, depois de Francisca Van Dunem ter afirmado que foram os serviços da Direção-Geral os responsáveis por informações falsas sobre o curriculum de José Guerra numa carta enviada ao conselho da União Europeia.

Entre os três candidatos portugueses ao lugar de Procurador Europeu, Ana Mendes de Almeida ficou em primeiro lugar na escolha do Comité de Seleção Internacional, que avaliou os currículos e as entrevistas dos pretendentes ao cargo.

A magistrada, no entanto, acabaria por não ser a eleita. O cargo foi ocupado por José Guerra – segundo classificado – graças à intervenção direta do governo português.

Numa carta a que a SIC teve acesso, enviada ao Conselho da União Europeia em novembro do ano passado, o Executivo justifica a alteração com informações que não são verdadeiras.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui