bombeiros

Detido reformado de 64 anos que ateou cinco incêndios em Braga

publicidade

A Polícia Judiciária (PJ) deteve o presumível incendiário florestal que ateou cinco fogos num intervalo de dez dias, entre 12 e 22 de agosto, nas proximidades da cidade de Braga.

O homem, um reformado de 64 anos, colocou em risco zonas residenciais, automóveis, equipamentos públicos e de recolha de resíduos

“Após atear os incêndios, o arguido abandonou o local, assim se conformando com a propagação do incêndio e as consequências nefastas que daí poderiam advir, sendo que caso os incêndios não tivessem sido prontamente detetados e extintos por populares ali residentes e pelos Bombeiros Sapadores, mais Voluntários de Braga, as chamas poderiam facilmente ter-se-ia alastrado às zonas envolventes”, diz a PJ em comunicado de imprensa.

“As diligências realizadas por esta Polícia Judiciária permitiram a recolha de substanciais elementos de prova, que conduziram à detenção fora de flagrante delito”, completa a PJ.

O presumível incendiário florestal foi presente às autoridades judiciárias para interrogatório judicial e respetiva aplicação das medidas de coação.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui