Mundo

Detido em Badajoz um pedófilo português que estava fugido há 15 anos

- publicidade -

A sua intenção de trocar a carta de condução portuguesa por um certificado espanhol mediante documentação falsa permitiu aos agentes espanhóis saber que o homem era procurado pela justiça portuguesa, adiantou uma nota da Guarda Civil.

O cidadão português encontrava-se fugido no país vizinho desde 2002, ano em que as autoridades portuguesas emitiram um mandado de detenção europeu (MDE) com base numa condenação a pena de prisão por abuso sexual de uma menor.

Em janeiro, a Guarda Civil obteve informação de uma eventual ação fraudulenta de uma pessoa de nacionalidade portuguesa que residia em Badajoz e que pretendia alterar a carta de condução, detetando “indícios de falsidade” tanto no título de condução português como no bilhete de identidade.



A Guarda Civil, em colaboração com as autoridades portuguesas, pode determinar que o homem vivia em Badajoz há 15 anos com uma identidade falsa usando diferentes documentos oficiais falsos.

Depois de ter sido detido a 18 de fevereiro, foi possível atestar que o homem se encontrava em fuga desde 2002 depois de uma condenação de três anos e oito meses de prisão por abuso sexual a uma menor.

O detido deverá responder ao juiz de instrução de Badajoz pelos delitos de falsidade documental.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *