Economia

Despedimentos em massa na multinacional de vestuário H&M

- publicidade -

A empresa multinacional sueca de moda H&M (Hennes & Mauritz) anunciou que vai despedir 1500 funcionários devido à aplicação do plano de redução de custos, apresentado há dois meses, e ao aumento da eficiência, após a queda dos lucros ao encerrar o negócio na Rússia.

Os cortes não se aplicam a lojas e ainda não se sabe o número de trabalhadores afectados em cada país, escreve o Jornal de Notícias citando fonte da empresa presente em 77 países e que tem mais de 4664 lojas lojas espalhadas pelos quatro cantos do Mundo, empregando 100 mil pessoas.

O programa, que visa poupar cerca de 183 milhões de euros por ano a partir do segundo semestre de 2023, vai custar cerca de 73 milhões de euros em custos de reestruturação, que serão contabilizados no quarto trimestre, refere a cadeia de moda sueca em comunicado, lembrando ainda que o corte de postos de trabalho se deve também ao fecho da sua operação na Rússia devido à invasão da Ucrânia.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *