Deputada do PAN debaixo de “fogo” cruzado

Depois de ter mencionado o nome do ganadeira e veterinário Joaquim Greve no debate realizado pela TVI na passada segunda-feira sobre a tauromaquia, a deputada do PAN, Inês Real, está a ser alvo de várias críticas e uma delas vinda do próprio Joaquim Grave

@DR
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Inês Sousa Real, deputada do PAN, esteve esta segunda-feira à noite no canal de Queluz a debater os apoios do Estado ao setor da tauromaquia. O debate que foi um frente a frente com a deputada do PAN e o jornalista Miguel Sousa Tavares, esteve ao rubro e continua a estar ao rubro, mas desta feita nas redes sociais.

A certo ponto do debate, Inês Sousa Real, refere que “até o Joaquim Grave reconhece que o toiro sofre e que só investe porque está num recinto fechado e não tem opção de fuga”, afirmação essa que já levou o ganadeiro Joaquim Grave a reagir nas redes sociais e a afirmar que “são completamente falsas as afirmações”.

De imediato o ganadeiro terá enviado uma carta aberta à Redação do Jornal das 8 da TVI, e que salienta: “No dia 6 de Julho de 2020 no telejornal das 20:00 h na TVI, a deputada Inês Sousa Real do PAN teve a ousadia de citar o meu nome como sendo uma autoridade na matéria de tauromaquia, na discussão com o jornalista Dr. Miguel Sousa Tavares. De uma forma clara citou-me dizendo: “até o Joaquim Grave reconhece que o toiro sofre e que só investe porque está num recinto fechado e não tem opção de fuga. Sabendo que são completamente falsas as afirmações de que me responsabiliza, essa senhora só o terá feito de má fé; pelo exposto, sinto-me lesado porque usou o meu nome para mentir e denegrir a minha imagem, pelo que não posso deixar de exigir o direito de resposta com o mesmo destaque/visibilidade através do vosso meio de comunicação. Estou disponível para quando decidirem ser oportuno. Ao longo da minha vida tenho afirmado e escrito por inúmeras vezes exactamente o contrário, pelo que a minha formação ética não pode calar esta tendência animalista que não se coíbe de mentir com total impunidade do alto da sua escassa representação parlamentar.”

Para além desta carta escrita, várias críticas são levantadas nas redes sociais contra a deputada do PAN, Eduardo Pires num comentário afirma “Para este tipo de debates é preciso ir muito bem documentado, coisa que os deputados do PAN não estão, vejam a situação da ex-deputada Cristina Rodrigues numa entrevista ao Podcast”.

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome