Covid-19Destaque

Covid-19 | Sesimbra com o maior aumento e Moita regista 116 casos por 100.000 habitantes

A DGS apresentou esta sexta-feira, no seu relatório diário, a incidência cumulativa a 14 dias por concelho baseando-se em dados entre os dias 19 de maio a 1 de junho.

- publicidade -

A DGS apresentou esta sexta-feira, no seu relatório diário, a incidência cumulativa a 14 dias por concelho baseando-se em dados entre os dias 19 de maio a 1 de junho.

Nesta altura os concelhos de Alcácer do Sal (9 casos), Grândola (7 casos) e Santiago do Cacém (17) têm uma incidência abaixo de 20 casos por 100 mil habitantes, no patamar mais baixo da tabela elaborada pela DGS.

No nível acima, com a incidência cumulativa a 14 dias entre 20-59 estão Sines (29), Montijo (50) Alcochete (56) e Palmela (56).

No nível seguinte, com incidência cumulativa a 14 dias de 60-119 estão agora seis concelhos: Seixal (69), Setúbal (74), Almada (80), Barreiro (81), Sesimbra (102) e Moita (116).

O concelho de Sesimbra apresentou o maior aumento de casos desde a última tabela lançada pela DGS, na semana passada (de 44 para 102 casos).

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo