coronavírusDestaqueDistrito Setúbal
Em Destaque

Covid-19: Bispo de Setúbal quer missas durante a manhã de sábado

O Bispo de Setúbal pediu aos padres das diversas paróquias do distrito para “onde for possível e conveniente, as missas vespertinas podem ter lugar também nos sábados de manhã”

publicidade

A informação enviada hoje por D. José Ornelas é uma decisão em virtude das limitações à circulação na via pública em vigor durante o estado de emergência, entre 9 a 23 de novembro.

O Bispo pede também aos fiéis para “irem à Eucaristia semanal quando não têm possibilidade de participar na Eucaristia Dominical”.

O pedido de D. José Ornelas vem na sequência de um comunicado do Secretariado Geral da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), e que pede às dioceses para adaptar horários de «celebrações vespertinas e outras atividades» durante o estado de emergência. No documento a CEP afirma que a proibição circulação na via pública é “compreensível”, mas causa “muitas dificuldades” às atividades eclesiais e propõe que cada diocese adapte horários para “celebrações vespertinas e outras atividades”.

O Secretariado Geral da CEP lembra os “tempos conturbados” provocados pelo agravamento da pandemia Covid-19 e apela a um “suplemento de fé”.

“Temos necessidade de um suplemento de fé na presença do Senhor entre nós e de uma especial solicitude para com os nossos irmãos e irmãs que estão neste barco do mundo em grande borrasca”, afirma.

O Conselho de Ministros Extraordinário de ontem, dia 07 de novembro, aprovou medidas de execução do estado de emergência, declarado pelo Presidente da República esta sexta-feira, onde se inclui a proibição de circulação na via pública em 121 concelhos, ao fim de semana, entre 13h00 e as 05h00 de sábado para domingo e de domingo para segunda-feira.

Em todos os concelhos que atravessam a Diocese de Setúbal se incluem as novas medidas que vão ser aplicadas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui