Parceiros
Política

Costa poderá não terminar legislatura

Marcelo deixou vários recados ao PS e a António Costa.

- publicidade -

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, levou 15 minutos a discursar um discurso cheio de recados ao novo Governo e a António Costa. O seu discurso começou por lembrar o conflito armado que está a passar-se na Ucrânia, com a invasão da Rússia àquele país, para além da crise economica que o mundo está a atravessar, Marcelo relembrou ainda a crise pandémica que o país atravessou.

O discurso alterou quando o Presidente da República tocou na ferida e deixou vários recados a António Costa, Marcelo parece que antevê o futuro e pediu a Costa para não deixar o barco “a meio do caminho“, isto porque nos corredores da política fala-se que o primeiro-ministro poderá não terminar a legislatura até ao fim, caso siga os caminhos da Europa e viaje até Bruxelas a meio desta legislatura.

Para além disso, Marcelo avisou o chefe de governo que por ter a maioria absoluta não quer dizer que seja sinónimo de ditadura. “Os portugueses escolheram dar ao governo uma maioria absoluta. Podiam ter escolhido manter o que estava, ou mudar para uma maioria formada pelas áreas políticas de um governo como de 2011 a 2015, não o fizeram, os portugueses escolheram outro caminho e cá estamos“.

O chefe de Estado disse ainda que ter 120 deputados no hemiciclo não significa ter poder absolutos nem ditadura de maioria. No fim do discurso, Marcelo deixou outro recado, mas este particular: “Os portugueses deram a maioria não só a um partido, mas também a um homem. Um homem que fez questão de personalizar o voto, ao falar numa escolha entre duas pessoas para a chefia do governo“.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário