AtualidadeDD MotorDestaqueDistritoDistrito SetúbalPalmelaPinhal NovoPoceirão

Corridas ilegais preocupam moradores de Lagameças

Os moradores da Rua do Fandanguinho dizem estar fartos de tanto barulho dos motores de carros que durante algumas madrugadas aproveitam para fazerem corridas ilegais na vasta extensão da Rua do Fandanguinho, no Lau.

- publicidade -

A Rua do Fandanguinho tem início junto à Estrada Municipal 533-1 (via que liga Palhota ao Lau) e termina junto à Estrada Municipal 542-1 (Via que liga Brejos do Assa à entrada da Estrada das Lagameças, junto aos armazéns de Fernando Ratão), é uma via com vários quilómetros de extensão e que é aproveitada para os famosos picanços de automóveis que por ali se vão fazendo.

O Diário do Distrito falou com alguns moradores que nos relatam que muitas das vezes o descontrolo nos carros é total que entram nas propriedades. Não há memória de acidentes graves na região devido às corridas ilegais, o que existe é mesmo esses despistes que nada de grave fazem, a não ser um derrube de uma qualquer vedação, mas nada de grave.

tarot terapêutico

Mas existem relatos nas redes sociais de que a GNR não coloca fim às corridas, segundo fonte daquela força de segurança, as corridas estão identificadas, a GNR tem conhecimento das mesmas, mas quando chega ao local com as patrulhas já não consegue detetar quaisquer ilegalidades.

Segundo a página “A Voz das LAGAMEÇAS”, a última corrida ilegal que se realizou naquela rua foi na madrugada de sábado, pouco depois das 3h30 da manhã, quando os moradores deram conta de mais uma corrida ilegal naquela zona.

Picanços em estrada pouco movimentadas

O Diário do Distrito sabe que para além da Rua dos Fandanguinho, no Lau, existem outras estradas escolhidas pelos “amantes” dos automóveis, como o exemplo da Estrada de Rio Frio – via que liga a Lagoa da Palha ao Rio Frio -, ou mesmo a nova estrada dos Arraiados, que liga a localidade ao Pinhal Novo.

Os moradores do Aceiro dos Arraiados, no Pinhal Novo, queixam-se que nas madrugadas de quinta-feira e sábado, as corridas ilegais são uma constante, havendo mesmo relatos de que não param aos sinais vermelhos de que existe na Rua do Trabalhador Rural, no Vale da Vila.

António Pereira, é um dos moradores que vive junto à nova estrada alcatroada do Aceiro dos Arraiados e relata-nos momentos de noites que não o deixam descansar: “Há dois meses atrás, tinha-me deitado há pouco tempo, quando comecei a ouvir o barulho de motores mesmo aqui perto do muro, levantei-me e vi que era um carro de alta cilindrada e uma moto. Acontece algumas vezes, não é constante, mas acontece”, este foi um dos momentos que o morador conseguiu ver a realização de uma partida de uma corrida ilegal.

As autoridades dizem estar atentas à situação e que a mesma não é nova, mas os autores das corridas tem que ser sempre apanhados em flagrante, a menos que haja uma grande concentração de pessoas como o caso da Ponte Vasco da Gama, que os adeptos deste tipo de ilícitos se concentram num determinado ponto para apreciar os momentos perigosos que são a realização deste tipo de corridas.

[themoneytizer id=”61056-1″]

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui