Economia

Continental despede 370 trabalhadores em Palmela

- publicidade -

Os trabalhadores da Continental de Palmela estão preocupados com o seu futuro próximo, depois da multinacional alemã ter acabado de anunciar que irá fechar a fábrica até ao final do próximo ano, o que vai implicar o despedimento dos seus atuais 370 trabalhadores.

Em comunicado, a empresa diz que a razão do encerramento se deve “à queda do mercado global de automóveis de passageiros”.

“As estimativas atuais são significativamente mais baixas em comparação com as previsões de há um ano e meio e mostram que os volumes de produção automóvel continuam em queda”, acrescenta.

Explica ainda que “resulta igualmente na redução do mercado de maxilas de travão e, por consequência, na redução dos volumes de produção de Palmela”.

No passado dia 3 de setembro, nas comemorações dos seus 25 anos, a fábrica de Palmela da Continental anunciava uma produção até àquela data de 144 milhões de travões.

Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela, enalteceu na altura a visão sustentável e a trajetória de crescimento desta fábrica e que até o município acompanhava com interesse, reforçando a parceria existente e criando condições para a expansão numa zona industrial que não se encontra requalificada.

No entanto a Continental mantém, ainda, a intenção de abrir uma unidade no Porto, a Continental Engineering Services, um centro de desenvolvimento de tecnologias que pretende assim empregar cerca de 300 engenheiros.

 


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo