Parceiros
DistritoPalmelaSetúbal

“Considero que a minha missão no CSP terminou”. Carlos de Sousa cessa funções de presidente

Carlos de Sousa deixa um trabalho de esforço numa instituição que estava a cair.

Foi através de um comunicado, que o presidente cessante de funções do Centro Social de Palmela (CSP), Carlos de Sousa, anunciou que está de saída da direção e que foram escolhidos novos Órgãos Sociais para dirigir o seu trabalho de continuidade e sucesso ao CSP.

Informa o comunicado que a direção cessante encontrou há quatro anos atrás 1.100.000€ de dívidas entre Segurança Social, Bancos, Trabalhadores e Fornecedores, e que hoje ainda não ‘respira de alívio’, mas que atualmente o passivo é de 500 mil euros. Carlos de Sousa informa que hoje os trabalhadores tem os ordenados em dia e que os fornecedores estão com contas equilibradas, mas que ainda há muito a fazer.


Não faço parte da lista eleita, pois considero que a minha missão no CSP terminou“, salienta. Os novos Órgãos Sociais são constituídos por pais e trabalhadores que se dizem empenhados em continuar um caminho que vá ao encontro do equilíbrio financeiro da Instituição que já faz parte da vida dos palmelenses e não só.

A presidência foi entregue a Susana Barros e a direção de serviços a Joana Oliveira.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.