Economia

Centros Comerciais no Montijo e Setúbal recebem classificação de «Local Seguro»

Os Centros Comerciais Alegro Alfragide, Castelo Branco, Montijo, Setúbal e Sintra e o Sintra Retail Park, contam com um selo de conformidade atribuído pela SGS Portugal

publicidade

Os Centros Comerciais Alegro Alfragide, Castelo Branco, Montijo, Setúbal e Sintra e o Sintra Retail Park, geridos pela Ceetrus Portugal, contam agora com um selo de conformidade atribuído pela SGS Portugal que assegura as condições de segurança, limpeza e desinfeção dos seus espaços, necessárias para que funcionários, parceiros e clientes tenham ainda mais confiança enquanto utilizadores destes locais perante o cenário de pandemia de Covid-19 em Portugal.

O serviço Disinfection Monitored – Cleaning Checked da SGS Portugal atesta a segurança das atividades dos Centros Comerciais Alegro e do Sintra Retail Park com base em cinco critérios, identificados como fundamentais: a segurança dos trabalhadores; a limpeza, desinfeção e stock de produtos; a inspeção das infraestruturas; o funcionamento da organização; e, por fim, o controlo dos locais de trabalho.

Para além de todo o processo de certificação e a respetiva atribuição do selo de conformidade, a SGS Portugal realiza ainda uma combinação de testes às superfícies, com o intuito de validar os procedimentos de limpeza e desinfeção dos referidos espaços.

Esta certificação vem reforçar as medidas de segurança implementadas pela Ceetrus Portugal aquando do início da pandemia de Covid-19 em Portugal, como, por exemplo, a instalação de dispensadores de álcool gel em diversos pontos estratégicos, o reforço generalizado de todas as medidas de higienização e a criação de uma equipa de limpeza especializada em desinfeção, bem como a implementação de regras de circulação e distanciamento social para quem circula nos espaços que gere.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui