AlmadaPolítica

CDS-PP Almada critica Governo sobre atraso de obras na estação fluvial de Cacilhas

- publicidade -

A Concelhia de Almada do CDS-PP critica as promessas do ministro do Ambiente e da Acção Climática sobre a remoção das placas de fibrocimento da estação fluvial de Cacilhas, em nota de imprensa.

O deputado Municipal do CDS-PP Almada, António Pedro Maco, entende que os almadenses devem repudiar «a falta de consideração e de respeito que o Ministro do Ambiente e da Acção Climática, João Matos Fernandes, demonstra pelos mesmos, considerando que já não é a primeira vez que afirma que vai remover as placas de fibrocimento potenciais libertadoras da matéria de amianto para a atmosfera, colocando em causa a saúde pública dos utentes do transporte fluvial e dos trabalhadores da Transtejo.»

O deputado municipal faz depois um historial desde 2017 das questões do CDS-PP Almada e do Grupo Parlamentar do CDS em obter respostas do Governo sobre o assunto durante esses dois anos, a última das quais colocada a 23 de Julho de 2020 «uma vez que apesar das promessas, nada foi concretizado, continuando os almadenses que têm necessidade de utilizar o transporte fluvial e os trabalhadores da Transtejo, totalmente expostos aos perigos ambientais por falta de vontade e de desleixo da parte do Governo».

«A acrescentar a esse facto, o CDS-Partido Popular, relembrou ao Ministro do Ambiente e da Acção Climática, que a Transtejo, empresa pública S.A. que o ministro tutela, que mesma tem como missão a prestação do serviço  de transporte público fluvial de passageiros e veículos com padrões elevados de qualidade e segurança, segundo critérios de sustentabilidade económico-financeira, social e ambiental, tal como os valores contemplados no mesmo Grupo, onde se realça o respeito pelo direito das pessoas e a protecção do ambiente e promoção da segurança das pessoas e bens.»

O CDS-Partido Popular Almada solicita ainda a intervenção da Câmara Municipal de Almada (CMA) «uma vez que todos deverão estar conscientes dos perigos para a saúde pública, tal como deve haver uma união dos almadenses e das entidades e instituições em torno deste problema que o Governo depois de muitas promessas tarda em resolver».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *