Parceiros
Barreiro

Câmara Municipal do Barreiro aprova voto de pesar pela morte de André Serra

A proposta de voto de pesar foi apresentado pelo Presidente da Câmara Municipal, Frederico Rosa, e aprovado por unanimidade pelos vereadores

A Câmara Municipal do Barreiro aprovou está terça-feira, 20 de Julho, na reunião do executivo, por unanimidade, um voto de pesar pela morte do piloto André Serra que morreu na sequência da queda do avião que pilotava no combate a incêndios na zona de Vila Nova de Foz Côa.

“André Rafael Serrano Raposo Branco Serra, nasceu no Barreiro, a 6 de Setembro de 1983. Faleceu na pretérita sexta-feira, 15 de julho de 2022 aos 38 anos. Natural do Barreiro Conclui aqui os seus estudos, tendo frequentado os agrupamentos de escolas de Alfredo da Silva e dos Casquilhos.”, pode ler-se no projeto de voto de pesar, que foi apresentado pelo presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Frederico Rosa, e aprovado por unanimidade por todos os vereadores.


O autarca Frederico Rosa, expressou que “é importante na memória coletiva e na presença de todos, que fique marcado uma pessoa que fez da sua vida salvar outros, e salvou muita gente, desde o tempo que estava na foça aérea nas missões de salvamento e resgate e agora no combate aos incêndios.”

Segundo o texto aprovado, e lido pela vereadora Sara Ferreira “André Serra em 2009 integrou a esquadra 502 da força aérea portuguesa, equipa de busca e salvamento, pilotou a aeronave C295 onde atingiu todas as qualificações, destacando a categoria de capitão e ainda de comandante da referida aeronave de piloto instrutor. Piloto experiente, saiu da Força Aérea Portuguesa em finais do ano de 2019, com formação e qualificação para fazer voos de combate a incêndios. Ingressou na aviação civil, passando em 2021 a pilotar o anfíbio Fireboss no combate a incêndios. Casado, pai de duas meninas, de 2 e 5 anos de idade”.

“Quem com ele teve oportunidade de privar e trabalhar, destaca a sua vertente social e altruísta, que merece profundo respeito e admiração de todos. Um homem que nunca desistiu perante os obstáculos que a sua curta, mas preenchida vida lhe colocou. Filho e irmão extremoso, pai e marido dedicado, morreu a fazer o que mais gostava, voar, a servir a pátria e a ajudar todos os que dele precisavam”. Pode ler-se no mesmo texto.   


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.