CulturaDistritoPalmelaSesimbra

CABO ESPICHEL – Humanitária cumpre tradição

Mais um ano que a Sociedade Filarmónica Humanitária cumpre a tradição do dia de Nossa Senhora do Cabo. A coletividade de Palmela conseguiu reunir um grande número de participantes no Santuário do Cabo Espichel onde cumpriu uma vez mais a tradição da romaria à Senhora do Cabo Espichel.

Com a história a escrever-se desde 1722, o Círio de Palmela realizava todos os anos uma romaria até terras do Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel, a tradição não morreu e os fundadores da Sociedade Filarmónica Humanitária prosseguiram com o ato de fé que os movia quilómetros e quilómetros até ao Cabo Espichel, Sesimbra, onde se recolhiam em oração, fazendo daquele lugar um grande Centro de Peregrinação e de Oração.


FOTO: DIÁRIO IMAGEM

Ato esse que continua até aos dias de hoje e todos os anos a dia 15 de agosto, são muitos os romeiros que saem de Palmela um dia antes para começarem as suas orações, mas também a prepararem a grandes festas de peregrinação no Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel.

FOTO: DIÁRIO IMAGEM

Esta quinta-feira os romeiros prepararam uma missa e a habitual procissão em honra da padroeira do Santuário. Por fim deu-se lugar à arrematação das bandeiras e aos batizados de crianças e adultos, num ambiente de muita animação e alegria, atentos estiveram os turistas que fizeram uma visita esta tarde ao Santuário do Cabo Espichel. Louran é natural de Paris e contou à nossa equipa de reportagem que “é sempre interessante este tipo de ‘manifestações’ religiosas num lugar tão mítico como o do Cabo Espichel”, para o jovem francês o momento ficou registado através da sua objetiva que anda sempre consigo nas suas viagens de férias. “Será um grande momento para recordar quando chegar ao meu país, pois destas férias só tenho encontrado coisas espetaculares, como esta que aqui testemunho hoje”.



Pais são batizados no mesmo dia do filho recém-nascido

O Diário do Distrito registou o momento em que um recém-nascido ia para ser batizado segundo a tradição de longa data, mas os pais também foram eles batizados. O batismo realiza-se com o toque três vezes na cruz do cruzeiro que está instalado no inicio do Santuário, este ano deu lugar a quatro crianças e a dois adultos.

 


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.