Economia

BCP equaciona despedimento coletivo e prevê saída de 800 trabalhadores

- publicidade -

 Miguel Maya, presidente do BCP admitiu a saída de mais de 800 trabalhadores do banco, inicialmente através de rescisões em acordo com os colaboradores, mas confessa que podem mesmo avançar com o despedimento coletivo.

O objetivo inicial do banco era a saída de mil trabalhadores, mas que, “depois de ouvidos a Comissão de Trabalhadores e os sindicatos, o objetivo central anda na ordem de 800 trabalhadores”, “mais próximos dos 800 do que dos 900”.

Admitindo que é esse “número se saírem as pessoas que têm de sair” e “na sua totalidade este ano”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo