Atualidade

Autarquias voltam a apostar nas iluminações de Natal através de ajustes directos

- publicidade -

O Natal está a chegar e algo que há várias décadas faz as delícias dos portugueses são as iluminações natalícias nas ruas.

E se antigamente estas eram um encargo dos comerciantes, há alguns anos a esta parte são as autarquias que assumiram as despesas de iluminar as ruas nesta altura, e num ano atípico como este 2020, as iluminações serão talvez um dos aspectos mais simbólicos deste Natal.

No site Base.Gov podem ser encontrados alguns dos valores que as várias autarquias vão despender este ano (sem IVA) e se há quem opte por não gastar mais do que 8.000 euros como a Câmara Municipal de Oliveira de Frades, ou 8.100 euros como a de Gouveia, já autarquias como a de Ponta do Sol (Madeira) apresenta três ajustes directos com um total de 164.608 euros para iluminação e decoração de Natal, e a Câmara Municipal de Sintra irá gastar 154.910 euros.

No distrito de Setúbal, nem todas as autarquias apresentam despesas neste portal, tendo em conta que algumas também utilizam iluminações adquiridas em anos anteriores.

Em iluminações decorativas, a autarquia de Almada vai gastar 117.479 euros; o município de Alcochete apresenta uma despesa de 29.750 euros; a despesa da Câmara Municipal de Palmela será de 32.850 euros.

A Câmara Municipal de Sesimbra realizou um ajuste directo no valor de 56.470 euros e a de Setúbal apresenta uma despesa de 127.999 euros em dois ajustes directos para montagem e iluminação decorativa de Natal.

No Litoral Alentejano, Alcácer do Sal irá despender 54.450 euros; Sines tem uma despesa de 84.720 euros em três ajustes directos para as iluminações decorativas de Natal e Grândola adquiriu serviços no valor de 36.000 euros.

Vários municípios optaram por canalizar as verbas que anualmente gastam em animação nesta altura do ano, para apoio aos comerciantes e famílias.

Exemplos disso é a Câmara Municipal de Gaia, que criou ‘vouchers’ para os munícipes que serão gastos no comércio local, as autarquias de Matosinhos e de Penafiel que vão aumentar os apoios ao pequeno comércio, e em diversas iniciativas de apoio social.

As Câmaras de Ourém e Alenquer vão  apostar  também no apoio ao comércio tradicional e às famílias carenciadas do concelho, com entrega de cabazes, embora mantendo alguma iluminação natalícia nas cidades de Ourém e de Fátima. E o mesmo já anunciou a autarquia de Beja.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui