Parceiros
País

ARS-LVT garante ‘normalidade’ nas maternidades da região de Lisboa (mas alerta para possíveis limitações)

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS-LVT) garante que todos os serviços de ginecologia e obstetrícia da região estão hoje a funcionar normalmente, embora admita que poderão verificar-se constrangimentos em algumas unidades hospitalares.

Numa nota enviada às redações, na qual faz o ponto da situação diário, após os constrangimentos da última semana em diversas maternidades da região, a ARS-LVT frisa que «hoje todos os serviços de Ginecologia/Obstetrícia da região estão a funcionar dentro da normalidade».


Apesar desta informação, acrescenta que «poderão existir limitações em algumas unidades hospitalares», e por esse motivo «alguns hospitais, num determinado período do dia, poderão ativar o desvio de utentes transportadas por ambulância através do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU/INEM) para outros hospitais da rede do Serviço Nacional de Saúde, acrescentou», embora sem identificar casos concretos.

Apenas as utentes transportadas pelo CODU/INEM serão encaminhadas para outras unidades da região, as quais assegurarão a resposta e o funcionamento em rede, refere a entidade regional de saúde, garantindo que mantém «com os hospitais da região e com o CODU/INEM uma estreita articulação, pelo que, caso seja necessário reencaminhar grávidas para outras urgências das maternidades da região, isso será feito para a unidade que naquele momento tem melhor capacidade de resposta».

A ARS-LVT tem sob a sua alçada unidades de saúde dos distritos de Lisboa, Santarém, Setúbal e Leiria.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carreguem em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.