Parceiros
Atualidade

António Guterres pede fim imediato do “derramamento de sangue” na Ucrânia

- publicidade -

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, condenou o bombardeamento feito ontem a um hospital em Mariupol, onde estão localizadas maternidades e alas pediátricas, considerando-o “horrível”.

“Os civis estão a pagar o preço mais alto por uma guerra que não tem nada a ver com eles. Esta violência sem sentido deve parar. Acabem com derramamento de sangue agora”, escreveu o responsável português, numa mensagem publicada no Twitter.

O número de pessoas que foram forçadas a fugir da Ucrânia para outros países na sequência da invasão russa, em 24 de fevereiro, já ultrapassou os 2,3 milhões, anunciou o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR).


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário