Política

André Ventura abandona liderança do Chega devido a divergências com apoiantes

publicidade

O deputado do Chega na Assembleia da República já demonstrou a intenção de apresentar a demissão de líder do partido Chega e já revelou também que vai convocar eleições em setembro para “clarificar” melhor essa sua intenção.

Isto depois de alguns apoiantes do Chega não terem concordado com a opção do deputado de abster-se na votação do estado de emergência e as críticas não tardaram a ser reveladas nas redes sociais.

Segundo o Observador noticia este sábado na sua página, as hostilidades dentro do Chega já não andavam bem, e agora com esta abstenção de André Ventura na votação do decreto presidencial as relações ainda ficaram mais fragilizadas para o lado do deputado.

Não é a primeira vez que surgem noticias de mau ambiente no seio interno do partido Chega. O Sábado conseguiu divulgar uma mensagem enviada por André Ventura via WhatsApp, onde o deputado diz: “Estou cansado disto. Ando pelo país a explicar às pessoas que somos diferentes, às vezes com horas de viagem e minutos de sono, e o que oiço, a quilómetros de distância, é: já viu o que está escrito nesta página do Chega? E nesta página deste dirigente? Se este ambiente continua no partido, demito-me antes do verão. Não estou para isto!”.

Desta vez, André Ventura não gostou de ser acusado e já disse que vai marcar eleições para setembro.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui