SetúbalSociedade

Águas do Sado lamenta decisão do Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa

- publicidade -

A empresa Águas do Sado emitiu esta quinta-feira, 24 de novembro, um comunicado aos jornalistas no qual lamentou a decisão do Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa que recusou suspender “o pedido abusivo da Câmara Municipal de Setúbal”, a uma entidade bancária no âmbito do Contrato de Concessão.

“A Águas do Sado gostava de recordar que requereu a 31 de agosto de 2022 a constituição de um tribunal arbitral para decidir a invalidade da execução da garantia bancária e a reclamação indemnizatória contra o Município de Setúbal em consequência de diversos incumprimentos contratuais deste último. Caso a decisão lhe seja favorável, como crê que será, o Município terá de devolver o montante da garantia bancária ora executada, além de proceder à compensação da ÁGUAS DO SADO por valores adicionais”, explica a Águas do Sado no comunicado.

A entidade referiu ainda que “cumpriu escrupulosamente todas as obrigações previstas no contrato de concessão ao longo da sua vigência, já de 25 anos”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *