AtualidadeLisboaNacional

Aborto e eutanásia são temas “prioritários” para os bispos portugueses

- publicidade -

O cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, afirmou esta segunda-feira que o aborto e a eutanásia são temas que “continuam presentes” e que requerem a “atenção prioritária e constante” da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).

“Continuaremos a expressar-nos com serenidade e clareza, pois, aqui, como em tudo, importa mais convencer do que vencer. Como nos disse o Papa Bento XVI no Porto, a 14 de maio de 2010, ‘nada impomos, mas sempre propomos’”, acrescentou o Patriarca.

No discurso de abertura da Assembleia Plenária, D. Manuel Clemente fez um balanço destes sete anos em que esteve à frente do episcopado português, admitindo que foi “um tempo exigente”.

O responsável católico que termina esta semana o seu mandato como presidente da CEP, ressaltou ainda “temas culturais propriamente ditos” como a “liberdade de aprender e ensinar, segundo a escolha de pais e encarregados de educação” e as “boas iniciativas” do terceiro setor, “que o Estado deve reconhecer e apoiar.”

D. Manuel Clemente lembrou ainda o “especial impacto, como as notas sobre a ideologia de género e a eutanásia” com que a CEP manifestou a posição dos católicos face a estes temas.

Porém, o cardeal admitou que “ainda há muito por fazer no campo da comunicação, da linguagem utilizada e do modo atual de transmitir e receber” a informação.

A Assembleia Plenária da CEP está a decorrer desde esta tarde, na Casa de Retiros Nossa Senhora das Dores, no Santuário de Fátima, e termina na quarta-feira, com a eleição do novo presidente e de outros órgãos institucionais.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo