Setúbal

AA em Setúbal assinala 27.º aniversário

publicidade

O Grupo ‘Vá Com Calma, Mas Vá’ de Alcoólicos Anónimos (A.A), de Setúbal, organiza no próximo dia 15 de Maio uma Reunião Pública, para assinalar o seu 27.º aniversário, que contará com a presença de um profissional de saúde.

O evento terá lugar na sala de reuniões da Cúria Diocesana, na Praça Teófilo Braga nº 13, junto ao edifício da Cáritas Diocesana em Setúbal, pelas 16h00.

Na reunião, aberta à população, vão estar um membro de AA e outro de Al-ANON, a comunidade de familiares e amigos de alcoólicos, que vão partilhar a sua experiência força e esperança na recuperação.

Alcoólicos Anónimos é uma comunidade de âmbito mundial, composta por pessoas que sofrem da doença do alcoolismo (um problema biopsicossocial, segundo a Organização Mundial de Saúde) e que, tendo pretendido parar de beber, vivem sem consumir álcool.

O único propósito de AA é ajudar outras pessoas que tenham também um problema relacionado com o álcool, dando a conhecer a solução proposta por AA.

Os homens e mulheres que se consideram membros de AA são e serão sempre alcoólicos, embora possam ter outras adições. Reconheceram finalmente que já não

são capazes de controlar qualquer tipo de bebida alcoólica. Hoje mantêm-se completamente afastados da bebida. O mais importante é que não tentam enfrentar sozinhos o problema. Discutem-no abertamente com outros alcoólicos.

Esta partilha de “experiência, força e esperança” parece ser o elemento chave que torna possível viverem sem álcool e até, na maioria dos casos, sem vontade de beber.

A Comunidade de AA compõe-se atualmente de mais de 2.000.000 de membros em 180 países. Estes homens e mulheres reúnem-se em grupos que variam em tamanho, desde uma meia dúzia de ex-bebedores em algumas localidades, até várias centenas em comunidades maiores.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui