Opinião

A concelhia de Palmela do CDS-PP faz o balanço do mandato autárquico dos eleitos na freguesia de Palmela

Uma crónica de Linda Oliveira e Vasco.

- publicidade -

Passaram agora quase 4 anos sobre a eleição dos órgãos autárquicos, que elegeu Linda Oliveira como Tesoureira da Junta de Freguesia de Palmela e Vasco Nunes como membro da Assembleia de Freguesia

Este mandato foi particularmente diferente de qualquer realidade autárquica que se pudesse prever. Os dois primeiros anos de mandato permitiram que os eleitos tivessem como principais preocupações o estado da freguesia e o seu, muito, trabalho que havia pendente do anterior mandato. Já os últimos dois anos de mandato impuseram uma maior consciência social, sanitária e pautada pela capacidade de inovação e de repensar as prioridades.

Consideramos muito positivo o balanço geral da ação e da gestão autárquica, veja-se que os eleitos durante este tempo apresentaram quatro saudações , dois votos de pesar, três moções (“Modernização por videoconferência”,“Agradecimento a todos”, Por uma Saúde Melhor”, Transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais”, “), cinco recomendações (“ Pelo apoio aos Idosos de Palmela”, “Pela iluminação pública na estrada municipal  534”,“Recolha de Lixo e ecopontos”, “Urbanização Golfe do Montado” e “Parque Infantil/Sénior”) e diversas questões em sete relatórios elaborados, tais como:

A carência de serviços de saúde nos Postos Médicos de Brejos do Assa e Venda do Alcaide, a limpeza urbana de passeios e jardins, limpeza de terrenos privados e camarários, a recolha do lixo, ecopontos e monos, as obras na Azinhaga de Mata Mouros, na Rua José Mestre, no Bairro Padre Nabeto, na Venda do Alcaide e no Golf do Montado, a Estrada Humberto Delgado alcatroada mas sem lugar de estacionamento o que implica a ocupação da via pública, a necessidade de reposição de calçada e a necessária resposta social às famílias carenciadas da freguesia.

Com o trabalho acima descrito os eleitos procuraram pautar a oposição política pela construção de propostas de ação que acreditaram serem da máxima importância para a população, vincaram o nome do CDS-PP, mas acima de tudo trabalharam pela construção de uma freguesia mais evoluída e eficiente que inclui e convida a nela residirem e investir.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui