22 pessoas detidas por desobediência e 145 estabelecimentos encerrados

Durante o renovado Estado de Emergência, desde 3 de abril, as autoridades detiveram 22 pessoas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência e encerraram 145 estabelecimentos

0
publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

A Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população, dando cumprimento às determinações do Decreto que renovou o Estado de Emergência, em vigor desde ‪as 00h00 do dia 3 de abril.

Assim, até ‪às 17h00 de segunda-feira, foram detidas 22 pessoas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência.

No mesmo período, foram encerrados 145 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, onde se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.

O Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome