Nacional

Voluntários em Portugal aumentam mais de quatro vezes em 2020

Os voluntários inscritos nas plataformas geridas pela Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) quadruplicaram durante o ano 2020.

- publicidade -

Os voluntários inscritos nas plataformas geridas pela Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) quadruplicaram durante o ano 2020, com quase 5.500 pessoas atualmente inscritas, informou hoje o ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

“Em 2020, e em plena pandemia por covid-19, a sociedade civil mostrou estar presente num momento em que a mobilização de voluntários era e é determinante. Este aumento mostra a importância crescente do voluntariado como forma de participação ativa no modelo social. Os portugueses são solidários e estão empenhados em ajudar quem mais precisa”, afirma a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, num comunicado divulgado no Dia Internacional dos Voluntários, instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) em 1985.

Os dados hoje avançados pelo executivo apontam a existência, à data de hoje, de 5.486 pessoas inscritas em plataformas de voluntariado, um crescimento de mais de 300% face a dezembro de 2019.

Deste total de voluntários, 30% estão entre os 25-34 anos, seguindo-se a classe dos 35-44 anos (22%), sendo que 25% disponibilizaram-se para apoio a doentes com covid-19.

É no distrito de Lisboa que se concentra o maior número de voluntários (36,6%), seguido do Porto (19,7%) e de Setúbal (8,2%), e as atividades mais procuradas são a distribuição de refeições ao domicílio (31%), o apoio à gestão (13%) e a ação direta (10%).

Os dados disponíveis evidenciam ainda que o horário para o qual se regista maior disponibilidade dos voluntários é o de sete dias por semana (14,7%), seguindo-se o de dois dias por semana (12,4%) e o de três dias por semana (11,6%).

De acordo com o Governo, continuam abertas em www.cuidadetodos.com as inscrições ao abrigo da campanha “Cuida de Todos”, lançada pelo executivo em abril “para incentivar o voluntariado em lares e instituições de apoio a idosos”.

Segundo refere, está também disponível a Plataforma Portugal Voluntário (www.portugalvoluntario.pt), que visa “facilitar o encontro entre quem quer desenvolver ações de voluntariado e as organizações que as promovem”, tendo ainda a CASES desenvolvido uma página específica dedicada ao voluntariado para dar resposta aos desafios colocados pela pandemia (www.cases.pt/voluntariado/covid-19/).


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo