PalmelaSetúbal

Viveiro de Emprego Regenerador promove emprego em Palmela e Setúbal

- publicidade -

A Biovilla – Cooperativa para o Desenvolvimento Sustentável, em Palmela, inicia em abril um programa de capacitação para desempregados de longa duração em negócios na área do ambiente, no valor global de 300.000 euros.

Trata-se do programa VER – Viveiro de Emprego Regenerador, que é cofinanciado até 70% por fundos comunitários através do programa Portugal Inovação Social e que visa responder a dois problemas: o desemprego jovem e de longa duração, e a perda de biodiversidade.

O programa já permitiu a criação de quatro novos postos de trabalho e deverá promover a capacitação de 105 pessoas ao longo de oito meses, em quatro áreas de intervenção: “Horta Biológica, Sementes e Floresta Autóctone”, “Ervas Aromáticas e Cosmética Natural”, “Turismo de Natureza”, e “Transformação de Alimentos e Alimentação Saudável”.

Destinado a desempregados de longa duração inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) há 12 meses ou mais, e desempregados jovens dos 21 aos 30 anos e o 12º ano completo, que também estejam inscritos no IEFP das zonas de Palmela e Setúbal, este programa para o autoemprego decorre em pleno Parque Natural da Arrábida, a cinco quilómetros de Palmela.

No programa VER, que tem candidaturas abertas até 26 de março, podem também inscrever-se pessoas de todo o país que se identifiquem com as práticas regenerativas e queiram desenvolver-se profissionalmente nas áreas propostas.

O VER tem o apoio da Câmara de Palmela, Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal, IEFP e Instituto Politécnico de Setúbal, entre outras entidades.

A Biovilla, ao longo de 11 anos de existência, já desenvolveu iniciativas no valor global de mais de 1,8 milhões de euros, que envolveram cerca de 50.000 pessoas, através das experiências que proporciona a quem se aloja no turismo de natureza ou aos participantes dos eventos, retiros e formações que promove ou acolhe em diversas áreas.

Em 2020, a Biovilla foi reconhecida pela Comissão Europeia como Rising Star na categoria Business and Biodiversity Awards dos EBAE – European Business Awards for the Environment.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui