Opinião

Vitória comunista no seixal tem pés de barro

- publicidade -

Vejamos então:

No Seixal, o PCP/CDU venceu, mas não ganhou: venceu porque teve mais votos, mas não ganhou o eleitorado, não tem maioria para governar sozinha, nem na Vereação, nem na Assembleia Municipal, nem na Freguesia de Corroios (a maior Freguesia), nem na Freguesia de Amora. Somente, na “União de Freguesias” tem maioria absoluta onde poderá governar, “orgulhosamente só”; finalmente, na Freguesia de Fernão Ferro optou por dar a maioria ao Partido Socialista.

Isto é pura matemática eleitoral, a aritmética é como o algodão: não engana!

Conclusão: o PCP/CDU não pode, não deve, seguir a tentação de governar orgulhosamente só! Irá estilhaçar as aspirações de quem votou nos Partidos, que não o PCP. Irá implodir o funcionamento dos órgãos autárquicos.

Os 80.672 Munícipes que não votaram nestas eleições têm como maior denominador comum o não gostarem de política. Há, pois, agora vão levar com a política em cima!

Ao menosprezar a importância de um voto local esqueceram-se ou desconheciam que muito do que se passa, sente, do que se usufrui e paga está nas mãos daqueles que foram eleitos.

Em Abril de 2022, novas competências para as áreas da Educação, Saúde e Apoio Social virão para a esfera governativa dos Municípios. Este PCP sempre teve, tem e terá uma posição contra. Pois é‼️

Quero deixar só DUAS últimas notas:

Os mais de 80 mil não votantes deveriam ter pensado nisso, agora, só a força da sociedade civil organizada poderá minimizar tal alheamento.

Agora é chegada a hora de vermos, na prática, quem é e o que fará a oposição representada nos Partidos que não votaram no PCP.

Dia 19 vai ser eleito o Presidente e respectiva mesa da Assembleia Municipal. Até pela soma dos votos em que o PCP está em minoria, mas não só, deverá ser um Eleito da oposição a ocupar esse lugar. E só não o será se alguns, com atitudes abstencionistas, permitirem que continue à frente da Assembleia quem tenta transformar o principal Órgão Autárquico em instrumento dócil de uma Vereação comunista e minoritária, quem recusa a transmissão ao vivo e, em directo.

Dia 19 poderá ser o dia da Alternância Democrática no Seixal ou a continuação do mesmo monolitismo comunista.

Está somente nas mãos dos ELEITOS pela OPOSIÇÃO, o resultado da Eleição do Presidente da Assembleia Municipal.

- publicidade -

Senhores Eleitos pensem nisto e interpretem o sentir de quem em vós votou.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo