Distrito SetúbalEconomia

Verão levou a quebras na procura da Transtejo/Soflusa

Transtejo/Soflusa: Empresa de transporte fluvial apresenta quebras na procura

publicidade

A Transtejo/Soflusa registou uma quebra da procura na ordem dos 45% durante o verão, em relação a 2019, devido à pandemia, anunciou a empresa em comunicado divulgado esta segunda-feira.

A empresa, que assegura as ligações fluviais entre a Margem Sul e Lisboa, adiantou ainda que já repôs todos os horários entre maio e julho, cumprindo o limite de dois terços da lotação dos navios.

«Apesar da aposta na oferta, durante este verão, o transporte público fluvial registou, face ao período homólogo de 2019, uma quebra da procura na ordem dos 45% (-51% em junho, -45% em julho e -42% em agosto)» refere o comunicado.

«Verificou-se uma variação de -47% na média de passageiros transportados nos dias úteis face ao mesmo período de 2019 (-53% em junho, -45% em julho e -42% em agosto).»

Apesar destes resultados e «do atual cenário de incerteza, associada à evolução da pandemia e as previsões macroeconómicas, a Transtejo/Soflusa tem expectativa de que a procura possa evoluir, gradualmente, nos meses de setembro e outubro, ainda que de forma residual».

A empresa acrescentou que a frota não sofreu qualquer alteração em termos de navios disponíveis, antes e depois da pandemia, tendo determinado apenas as lotações de um terço e de dois terços, no âmbito das medidas de emergência e de contingência, respetivamente.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui