AtualidadeDestaqueNacional

Vendas de habitações caíram em 2020 mas valor aumentou

- publicidade -

Em 2020 houve em Portugal 171.800 vendas de casas, uma redução de 5,3% face a 2019, mas o valor das operações cresceu 2,4%, para 26,2 mil milhões de euros, revelou a associação APEMIP.

“Em 2020 foram transacionadas 171.800 habitações, menos 5,3% que em 2019. Em valor, os alojamentos transacionados totalizaram 26,2 mil milhões de euros, o que representa um aumento de 2,4% face ao ano anterior”, indicou em comunicado a Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).

“Apesar do contexto de crise pandémica, que teve reflexos em todos os setores da economia, o setor imobiliário conseguiu observar resiliência no decorrer do ano, o que se refletiu também na dinâmica de crescimento dos preços das habitações transacionadas”, lê-se na nota publicada pela APEMIP. 

De acordo com a associação, “entre julho e setembro de 2020 foram transacionados 49.734 alojamentos familiares, o que correspondeu a um crescimento homólogo de 1%”, sendo que por comparação ao trimestre anterior, o número de vendas de habitações registou um aumento de 10,2%”. Segundo a associação, “no 3.º trimestre de 2020 tinham sido transacionados 45.136 alojamentos”.

Neste período, de acordo com a associação, “42.372 respeitaram a alojamentos existentes, mais 1,2% face ao quarto trimestre de 2019. Nos alojamentos novos, apesar de pouco expressivo, observou-se um decréscimo de 0,1% face ao mesmo período homólogo, totalizando 7.362 habitações”.

Segundo a APEMIP, numa análise trimestral, “os alojamentos existentes registaram uma variação de 12,6% e os alojamentos novos registaram uma variação negativa de -2,1%”, sendo que “no quarto trimestre de 2020, o valor das vendas ascendeu os 7,5 mil milhões de euros, um crescimento de 8,7% face a idêntico período de 2019 (6,9 mil milhões de euros, no 4.º trimestre 2019)”.

A APEMIP realça que “deste valor total, cerca de 6 mil milhões de euros correspondem a alojamentos existentes e 1,4 mil milhões de euros a transações de alojamentos novos”, tendo em termos homólogos, representado “um aumento de 8,6% e 9,3%, respetivamente”.

Por outro lado, “no quarto trimestre de 2020, foram vendidos 16.184 alojamentos familiares na Área Metropolitana de Lisboa e 14.142 na Região Norte” e a “Área Metropolitana do Porto contou com 7.675 transações”.

No período em análise, “o valor das habitações transacionadas na Área Metropolitana de Lisboa ascendeu aos 3,3 mil milhões de euros, representando perto de 45% do valor total e a região do Norte registou 1,8 mil milhões de euros, sendo que na Área Metropolitana do Porto, o valor das transações fixou-se nos 1,1 mil milhões de euros”, indicou a associação.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui