AtualidadeGrândola

Venda do Parque Campismo da Galé será debatida no Parlamento

- publicidade -

«Manter o parque Campismo da Galé» e «O Camping Galé é de TODOS!» são as duas petições públicas que correm na internet e que pretendem impedir a venda do Parque de Campismo da Galé, em Grândola.

A primeira conta já com 11.618 assinaturas, as suficientes para o assunto ser debatido na Assembleia da República.

O apelo foi dirigido ao Governo e o pedido é que se mantenha o parque em funcionamento nos termos e condições já existentes.

«É com enorme insatisfação e tristeza que o povo português recebe esta notícia. Para muitos é considerado o melhor parque de campismo em Portugal é alarmante que esteja neste momento nas mãos de um consórcio americano com um projeto em vista que irá descaracterizar tudo o que conhecemos e amamos neste parque de campismo», lê-se na petição.

O parque, que se encontra numa área protegida, é para muitos considerado um espaço familiar e por isso os peticionários não querem que se atribua uma licença à nova gerência – Discovery Land Company – que permita encerrar o parque e intervir na sua preservação e «bom funcionamento».

A empresa norte-americana já anunciou que os planos passam precisamente pelo desmantelamento do parque de campismo e construção de 292 residências, com um preço mínimo por lote de 3,4 milhões de euros, assim como a construção de um campo de golfe, embora mantenham conversações com o presidente da Câmara Municipal de Grândola, António Figueira Mendes, conforme o Diário do Distrito noticiou.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *