Famosos

Velocidade excessiva e chuva são as conclusões da GNR e PJ sobre a morte de Sara Carreira

- publicidade -

A investigação ao acidente que vitimou Sara Carreira, a 5 de dezembro de 2020, já foram apresentadas num relatório com base nos  interrogatórios da GNR e nas perícias do Laboratório de Polícia Científica, da Polícia Judiciária, às centralinas (cérebros eletrónicos) dos carros envolvidos.

O CM, avançou a partir de fontes policiais, para o carro de Sara Carreira seguia a uma velocidade excessiva tendo em conta as condições da via e da meteorologia, uma vez que chovia torrencialmente no troço da A1 junto a Santarém.

No entanto, ainda estão a avaliar se os outros condutores envolvidos no acidente também se deslocavam acima da velocidade adequada face à fraca visibilidade do local e às condições do tempo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo