Parceiros
DistritoPalmela

VALE DA VILA – População “farta” de ser esquecida

As queixas são variadas e a população do Vale da Vila, na freguesia de Pinhal Novo, Palmela, sente-se “farta” de tanto esquecimento por parte das autarquias locais. O lixo amontoado, a falta de conservação dos aceiros e a falta de limpeza das bermas são as principais queixas dos moradores daquela região

 Afirmam estar esquecidos há longos anos por parte dos sucessivos executivos camarários e da junta de freguesia, as queixas chegam de vários moradores das localidades da Lagoa da Palha, Vale da Vila, Palhota e Valdera, num meio rural profundo e que faz parte integrante da freguesia de Pinhal Novo.


O Diário do Distrito ouviu alguns moradores que se queixam da má conservação dos caminhos rurais, mas também apontam o dedo à rua do Trabalhador Rural, uma estrada que liga a Palhota à Lagoa da Palha e que está em péssimas condições de circulação rodoviário.

António Silva foi o nosso guia na tarde da passada segunda-feira, mostrando-nos o meio rural mais profundo da freguesia de Pinhal Novo, e onde testemunhámos que a Rua do Trabalhador Rural foi uma estrada que não é intervencionada na integra há já alguns anos.



Este morador lembra-nos que a estrada foi requalificada há já muito tempo mas com a passagem das infraestruturas de saneamento, as obras acabaram por “destruir” parte da via e que hoje em dia o asfaltamento é feito com colocação de massas frias nos buracos.

Visitámos alguns aceiros ou caminhos rurais, onde no inverno reina a lama e no verão é o pó, mas pior do que isso é a falta de conservação de alguns desses caminhos que servem vários aglomerados habitacionais. Percorremos parte da Rua do Alentejo e já perto de Valdera deparamo-nos com vegetação que cobre parte daquela via e o mau estado de conservação do mesmo é o desespero de quem precisa diariamente utilizar aquela via para se deslocar até à estrada asfaltada que se localiza na Rua das Palmeiras, via essa que também sofreu intervenções para a colocação de infraestruturas de saneamento, mas onde o empreiteiro não colocou bem o alcatrão, que passados alguns dias viria abater.

Já na Rua dos Ferroviários, a situação repete-se, os moradores daquela zona já perderam a contagem de quanta informação já passaram à Junta de Freguesia de Pinhal Novo, uma rua onde foram colocados resíduos de alcatrão, mas com a passagem de rede de saneamento a via ficou em pior estado.

“Já tivemos conhecimento de que alguns moradoressofreram prejuízos avultados nas suas viaturas, amortecedores partidos, pneus furados e até uma carrinha caiu dentro desta vala”, mostra-nos o nosso guia, uma vala que está completamente tapada com vegetação e que não tem qualquer proteção que consiga avisar os utilizadores daquela via.

Os moradores afirmam estarem cansados de tanto esquecimento…Obras não existem, limpezas também não e é o estado que temos a nossa região e a nossa localidade.



CÂMARA MUNICIPAL INVESTIU 200 MIL EUROS

Recentemente a Câmara Municipal de Palmela enviou às redações dos jornais uma nota onde adianta que <<transferiu para as juntas de freguesia mais de um milhão de euros por ano>>, e para conservação da rede viária, os caminhos não asfaltados, a autarquia investiu cerca de 200 mil euros para as três freguesias que tem delegações de competências dadas pelo Município, ficando de fora a freguesia de Palmela, pois essa freguesia é gerida pelos serviços camarários.

A freguesia de Pinhal Novo recebeu para essa rubrica cerca de 47 mil euros, mas numa freguesia com vários quilómetros de aceiros,o valor fica muito aquém das necessidades das populações.

Já a freguesia de Quinta do Anjo recebeu cerca de 46 mil euros e a União de Freguesias Poceirão e Marateca cerca de 109 mil euros.

As populações do mundo rural mais profundo da freguesia de Pinhal Novo mostram-se descontentes com a forma de atuação por parte dos autarcas, para António Silva o mundo rural “é o mundo dos esquecidos e dos pobrezinhos”, lamenta.




Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.