AlmadaDestaque

Urgências de Ginecologia, Obstetrícia e Ortotraumatologia do HGO retomam funcionamento

O atendimento urgente de Ginecologia e Obstetrícia e de Ortotraumatologia do Hospital Garcia de Orta, Almada, retomou o funcionamento normal após um encerramento temporário que ocorreu entre quarta-feira e esta quinta-feira.

Numa resposta à agência Lusa na quarta-feira, o Conselho de Administração reconheceu que a unidade hospitalar tem atualmente uma escassez de médicos especialistas em Ortotraumatologia e Ginecologia e Obstetrícia e que qualquer imprevisto que impossibilite um dos profissionais de se apresentar ao serviço condiciona o normal funcionamento da urgência dessas especialidades.

Na quarta-feira, o Sindicato Independente dos Médicos divulgou uma missiva assinada por 60 médicos, na qual denunciam a falta de condições do serviço na resposta à população, conforme o Diário do Distrito divulgou.

Questionada pela Lusa, a Administração hospitalar referiu que se encontra em permanente diálogo com as Direções dos Serviços de Urgência e de Medicina Interna e com a Equipa de Gestão de Camas.

«A elevada afluência registada nas últimas semanas aos Serviços de Urgência tem condicionado a fluidez no atendimento dos nossos utentes e exigido muito dos nossos profissionais de saúde», explicou o hospital, adiantando que, «para amenizar a atual situação, tem sido feito um árduo trabalho de reorganização, por forma a potenciar a deslocação de doentes do Serviço de Urgência Geral para enfermarias».

O conselho de administração (CA) assegurou que «estão a ser encetadas todas as diligências para reforçar as equipas médicas e de enfermagem, não havendo restrições à contratação» e reforça «a disponibilidade para dialogar e, em conjunto, tentar encontrar novas alternativas que possam melhor satisfazer tanto os nossos utentes como todos os profissionais de saúde, a quem reconhecemos e agradecemos esforço, empenho e dedicação, neste período particularmente difícil».


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *