coronavírusDestaqueMontijo

União Mutualista no Montijo confirma primeiros casos de covid19 entre funcionários

publicidade

A União Mutualista Nossa Senhora da Conceição (UMNSC), no Montijo, informa que registou os cinco primeiros casos de covid19 entre funcionários das valências desta entidade.

O primeiro foi numa funcionária da Unidade de Cuidados Continuados, que informou a direção «que um seu familiar directo havia testado positivo ao covid19», recebendo indicações para ficar em isolamento e não regressar ao local de trabalho.

Num comunicado a que o Diário do Distrito teve acesso, os responsáveis da União Mutualista referem que «embora a funcionária estivesse completamente assintomática, a União Mutualista decidiu solicitar o teste da mesma, que resultou positivo, tendo sido tal informação partilhada com as autoridades locais de Saúde».

Segundo ainda a direção da UMNSC «tendo em conta o estudo epidemiológico para rastreio dos contactos próximos, foram identificadas três colegas de trabalho da funcionária que, por representarem um potencial risco elevado, foram colocadas em isolamento profilático, embora não tenham qualquer sintomatologia de covid19».

A União Mutualista garante ainda que todos os restantes profissionais com contacto «classificado de baixo risco ficaram sujeitos a vigilância passiva, mantendo a actividade laboral e cumprindo todas as medidas do Plano de Contingência».

Apesar de nenhum dos funcionários das valências de Lar e da UCCI da UMNSC apresentarem sintomas, foram realizados testes a 12 funcionários, dos quais cinco resultaram positivos, embora assintomáticos.

Estes «foram retirados das suas funções e orientados para o cumprimento do isolamento profilático».

Perante esta situação, e apesar de todas as medidas implementadas e formações realizadas com os funcionários, a UMNSC decidiu também criar «um gabinete de crise, composto por uma equipa multidisciplinar, para avaliar diariamente a evolução da situação, ajudando a definir medidas que possam contribuir para o controlo da mesma e a proteção de todos os envolvidos».

Por fim a União Mutualista indica que entre os seus funcionários «não existe qualquer elemento que apresente sintomatologia e que o mesmo ocorre em todos os utentes das valências de Lar e UCCI, sendo que todos foram testados durante o dia de quinta-feira, aguardando agora os resultados».

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui