Parceiros
Atualidade

Ucrânia: Papa apela a “um sério exame de consciência” aos políticos que desacreditam o direito internacional

- publicidade -

O Papa convocou hoje todos os crentes para observarem um dia de jejum e oração pela paz na Quarta-feira de Cinzas, que a Igreja celebra no próximo dia 2 de março.

O jejum católico é uma prática de penitência que se observa obrigatoriamente na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa e consiste em fazer apenas uma refeição principal sendo que, nesse dia, todas as outras refeições não excedam, na sua totalidade, a quantidade da principal refeição.

Na audiência geral desta quarta-feira, Francisco apelou “àqueles que têm responsabilidades políticas a fazerem um sério exame de consciência diante de Deus, que é Deus de paz e não de guerra”.

“Tenho grande dor no coração pelo agravamento da situação na Ucrânia. Apesar dos esforços diplomáticos das últimas semanas, estão a apresentar-se cenários cada vez mais alarmantes”, assumiu o Pontífice.

“Peço a todas as partes envolvidas que se abstenham de qualquer ação que cause ainda mais sofrimento às populações”, continuou o Papa, apelando a que se evitem atitudes que destabilizem “a convivência entre as nações, desacreditando o direito internacional”.

No fim, invocou a Virgem Maria, “Rainha da Paz, que preserve o mundo da loucura da guerra”.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário