TST irá repor carreira 565 em Palmela

A carreira 565 dos TST, que faz a ligação entre Pinhal Novo e Palmela, irá ser reposta este fim-de-semana, depois de uma reunião tripartida entre o municipio de Palmela, a AML e a TST.

0
343
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O município de Palmela, a AML e a TST – Transportes do Tejo reuniram esta quarta-feira para debater a supressão de carreiras decidida unilateralmente pela transportadora, nomeadamente a Carreira 565.

Em comunicado enviado às redações, a autarquia palmelense informa que «perante a pressão e os argumentos da autarquia, ficou garantida a reposição imediata e integral do serviço que estabelece a ligação direta entre Palmela/ Pinhal Novo e Lisboa, já no próximo fim de semana.

Quando a TST anunciou a supressão os horários da carreira 565, o Município de Palmela remeteu à AML – Área Metropolitana de Lisboa e à administração da empresa TST, um pedido urgente de esclarecimentos, por não ter sido auscultado, conforme está expressamente estipulado no contrato de concessão interadministrativo celebrado, o que levou a administração dos TST a reverter a decisão, repondo alguns dos horários ao fim de semana sem, contudo, repor a sua totalidade.»

A empresa TST informou no entanto que irá solicitar ajustamentos, nos termos legalmente previstos, o que implicará obrigatoriamente a emissão de pareceres por parte da AML e dos municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome