Setúbal

Troia | Longas filas para os catamarans causam confusão

Uma longa fila formou-se, este domingo, na linha de espera pelo catamaran, que leva as pessoas de Troia para Setúbal, devido às festa da Nossa Senhora do Rosário, às pessoas que saiam da praia e queriam voltar para a outra margem do rio e pelas pessoas que estavam a sair do trabalho com o objetivo de chegar a casa em Setúbal.

Segundo apurou o Diário do Distrito no local, o ambiente estava um pouco agitado e a fila estava desordenada, com alguns cidadãos a não respeitarem a ordem de chegada e a darem uma perninha um pouco mais à frente. “Eu vim do trabalho, só quero chegar a casa, este pessoal veio da praia”, gritou revoltada uma cidadã enquanto passava várias pessoas na fila.


Com uma capacidade de 350 passageiros, os catamarans não tinham espaço suficiente para servir a necessidade das centenas de pessoas que ficavam para trás a ver o barco partir. Os mais velhos e pessoas com menor acessibilidade acabaram por ser os mais prejudicados, pois os bancos que se encontravam para descanso estavam todos ao sol, levando este grupo de pessoas a procurar espaços com sombra, tal, que fez com que estes cidadãos fossem passados à frente pelos mais jovens e mais capazes.

Com barcos de meia em meia hora todos acabaram por chegar ao destino, uns mais tarde outros mais cedo, no entanto o que saltou à vista neste caso foi a desorganização e a falta de civismo por parte de alguns que compunham a gigantesca fila de espera.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.